terça-feira, 29 de janeiro de 2008

Caminhos errantes



Caminhos errados, pessoas certas;
A verdade é sempre abstrata,
As flores,
presente de afagar a mente.
Nossos corações recebem açoites,
Mas na mais branda tarde de inverno
Descobriremos que a noite já não amedronta.
Abraça-me,
Beije-me,
Diga-me apenas obrigado por encontrá-la,
Minha linda e companheira
Essência.
Adeus amigos errados,
Adeus caminhos errantes.

Um comentário:

Mari disse...

nossa!

o.O

mto massa o seu flog! as fotos são d+
parabéns!! :D

bju